redes de proteção em Realengo

Sua delimitação atual foi estabelecida pelo Decreto Número 3 158 de 23 de julho de 1981 que o definiu em uma área de 2 605 42 hectares e dá nome a região administrativa de Realengo, a qual compreende os bairros de Realengo, Deodoro, Jardim Sulacap, Vila Militar, Magalhães Bastos e Campo dos Afonsos. Costuma apresentar as temperaturas mais altas do município, embora as noites de inverno sejam frequentemente frias devido à proximidade com as serras.

Há várias versões para a origem do nome do bairro: uma delas explica que o nome origina-se da denominação da região no período imperial a qual era terras realengas de Campo Grande, do português realenga que nomeava tudo que estava longe do poder real. No entanto, o fato é que seu nome é uma abreviatura (com aglutinação) do nome Real Engenho (um dos subúrbios da Estrada de Ferro Central do Brasil), pois este não cabia inteiro na placa no alto dos bondes, ficando assim abreviado na placa: Real Engº. Por esta razão, com o passar do tempo, as pessoas passaram a chamar este bonde de Realengo ( – “Vou tomar o Realengo”). Assim, com o tempo, o nome deste subúrbio se consolidou como Realengo, assim escrito por aglutinação dos dois termos Real e Engenho, sendo o segundo abreviado: Real Engº.

Comprovadamente, as denominadas Terras Realengas têm sua origem, segundo alguns historiadores, na carta régia de 27 de Junho de 1814, através da qual Dom João, ainda príncipe, concedeu, em sesmaria ao Senado da Câmara do Rio de Janeiro, os terrenos situados em Campo Grande chamados de realengos, porque advindos da conquista territorial no começo do período Colonial.

A concessão das terras onde hoje é o bairro Realengo, central e periferia, foram destinadas apenas para servir de pastagem de gado bovino, fornecendo carne aos talhos (açougues) da cidade. Estas terras foram proibidas de venda ou de quaisquer outra forma de alienação, obrigando-se a Câmara, por outro lado, a fazer medir e a trazê-las limpas em condições de servir ao fim para que foram doadas pela mencionada carta régia.

VENDA E INSTALAÇÃO DE REDES DE PROTEÇÃO EM REALENGO NO RIO DE JANEIRO

A Equiredes Redes de proteção faz a instalação de telas e redes de proteção em residências, edifícios comerciais e prédios industriais. Com isso, garantimos a segurança dos seus filhos, pets, funcionários e familiares.

Nossos serviços contam com mão de obra especializada e produtos de altíssima qualidade e resistência, atestados pelo Certificado ISO 9002 e pela Garantia que fornecemos a todos os clientes.

Como funciona a instalação de uma Rede de Proteção em Realengo?

Nossos profissionais vão até sua casa ou estabelecimento e identifica qual a rede ideal para sua necessidade. É feita a medição do local e diante da experiência do instalador, o projeto é executado em poucas horas, sem sujeira e prejuízos.

Você terá o ambiente protegido com uma rede de proteção certificada e testada, além de nosso profissional deixar tudo limpinho e organizado para você.

Temos soluções em rede de proteção para janelas de escritório ou janelas residenciais, salas de reunião, sacadas de prédio. Você também pode optar em colocar telas de proteção em quadras esportivas e escadas ou até mesmo na indústria e construção civil.

PORQUE INSTALAR REDES DE PROTEÇÃO COM A EQUIREDES?

Há mais de 15 anos no mercado, oferecemos sempre o melhor serviço para nossos clientes graças a nossa experiência e know how em milhares de clientes atendidos e satisfeitos.

Trabalhamos com Venda e Instalação de Redes de Proteção e Cerca de Segurança Sob Medidas em todo Rio de Janeiro.

A EquiRedes é uma empresa especializada na Instalação de Redes de Proteção e Cercas de Segurança.

Área de Atendimento

A instalação da Rede de Proteção Equiredes pode ser realizada em todo o Rio de Janeiro e Grande Rio, tanto em ambientes residenciais, quanto em ambientes profissionais, tais quais: casas, apartamentos, coberturas, escritórios, lojas, galpões, condomínios, playgrounds, sítios, fazendas, indústrias, clubes, escolas, casas de festas, quadras esportivas, campos de golfe (driving ranger), praças, áreas de lazer diversas, fechamento e cercamento de áreas em geral, dentre outros.

%d blogueiros gostam disto: